Jurubiara Zeloso, Amigos e as Amantes

 "Os homens e as mulheres de boa aparência não vivem muito tempo..."

PATRONO DO MÊS DE AGOSTO     
       
           Salvadoir Dali ( pintor espanhol )
    
       Não vão dormir, coelhas garotinhas e moçoilos...

             Não sejam gulosos e não me olhem assim! 
         


      
 O desejo de ser está na escrita, a de pertencer
        ao mundo que sendo menos criativo precisa
        de gente que saiba viver, escancarar as novas
         fronteiras, rasgar corações, saber a tudo fazer.
        Toda poesia e belos escritos com primor que
        não só pertencem ao escritor mas a quem o
        ama pelas palavras e conhecimento da vida..
        Isolar-se jamais! Apenas adentrar mundo ou
        das maravilhas da alma poeta e escritora!
        Somos amantes da vida, das coisas que só
        compensam e tambem as que recompensam.
        E não basta ler tudo...meus amores...e a esta
        hora do momento a loucura, a vanguarda, a
       insana possibilidade de abrir portais e cenas
       do amanhã ´meu trilhar, e com essas ideações
       posso entreabrir a porta da literatura desse
       amanhã e compreender algo que fomenta meus
       anseios  de poetisa libertária e renovadora.
       Os outros que descubram por si mesmos o que
       aqui exponho diariamente, e ler muito e viver
       a vida não será o tudo e o TODO que realmente
       nos importa! Afe...sejam bem recebidos aqui...





 
     E TEMOS QUE FICAR ALERTAS E EVITAR DESASTRES....

     

            


                  MENINAS EU VI
         


              

                
     
             



            


              


              


          



  

  A luz do mundo é uma mulher. A Terra a outra mais amada!
               



A arte é feminina. O pincel amabilidade. A côr um só amôr!


    


       
         
       A Apanhadora do Campo de Bamboleio...


 


 
         


  
Meu Diário
21/06/2017 15h45
Na chuva e com casinha

   O que somos sempre nos define ou tem meio termo. Ou quase sso...

   O que devemos ser é arte menor mas importante.para sermos algo bom.

   O que nos liberta é a vontade  de sermos diferentes, livres de correntes.

   Sim, sermos homens e mulheres livres escapa ao tempo que nos aprisiona!

   O que deveriamos ser não praticamos por falta imensa disso ou daquilo que definimos, essecncialmente por errarmos como humanidade tôla ou teimosa..

   Onde deviamos ser amor ou pacificos padece de proximidade com a justiça do evoluir-se. Nunca se acha o continente da felicidade por causa dessa evolução que me parece tôsca, coisa de homens maus, gente que impede-nos de ir para frente. Mais ou menos isso e muito mais. E tem coisa maior com isso que não se revela fácil  na vida..

   Mas o que sou está no meu espelho. na minha vontade livre de mulher, solta por necessidade de estar longe dos homens. O que posso ser depende de minhas ações neste aqui e agora. E a liberdade que se alcança não se ganha de bandeja sem ter que padecer antes. Sofrer é par]te do processo e semrmos humanos nos garane ver isso como coisa comum. O incomum é querer sentar e esperar que tudo venha a você. Em parte quando crianças nos en]ganamos com isso. A gente aprende, sempre, mesmo que não queiramos errar.

   Definir o que sou é fácil. Ir longe de mim mesma não me levaria perto da santidade, se e que nós mulheres mereçamos um décimo desse paraíso do sossego emocional ou valor amororso por terceiros. A gente sofre por querer mesmo. Vivemos de sonho é por carência alem do sexo e das leviandades.  E sou sonhadora ku]ibertadada do casulo, daquelas dificeis de encontrar - e o pior é que sei disso a cada minuto! Por ser complicadinha todo o resto do mundo se encanta contigo ou dte espreza conforme o grau de amor que me escapou ontem mesmo...tentei orgulho e cairei bagulho...só pode ser... 

( risos (

   Sempre me complico de um jeito ou de outro. Falo demais, típico de uma mulher cheia de mundos e fundos. Caio na armadilha do dia, mas na npoite sou rainha, pricessa o u mandatária de corações. De fato é assim. E tenho segredos de alcova, de mulher lésbica - essencialmente mulher por dentro, óbvio! - e sou do tipo de gente sabida, mas dou o braço a torcer por isso. Mas confesso que falar demais me expõe aqui, lá, algures, sei lá entende? Porém gosto imensamante d eser mocinha levada, bisonha, adoidadamente arrivista, livre e faladeira, Dane-se. Aff...

    Se tem um ligar pra sermos completos e corretos na vida, isso dependerá do grau d efelicidad eque se alcança sozinha, acompanahda ou amante ocasional. E casar tá longe de meus planos B ( plano "sapatões libertários ou la muerte! " Risos! ) e tenho melhor vidinha como senhora louca e bem apaixonada por 14 mulheres CDFs com relevante brio esfervescente!   ( risos, again! ) 

    Se estou doida estarei bem acompanhada até a velhice! Eita nós!

    É sério! Encontrei meu lugar pra ser bastante humana e dedicada. Luto por isso a cada dia diante desta sociedade que mal me vê. Sermos diferentes nos garante sobrevida com riso e valentia. Pena que tem tanta lésbica forçada que se arvora violenta, que quer ser homem e segregada. mas que não se situa no mundo com candura ou leveza própria de guerreira consciente de si. Eu posso ser lésbica bi ( digam o que quiserem... ) entretanto nunca forçaria a minha natureza arredia e sempre tolero de tudo, se puderem tirar pra fora os homens chatérrimos de meu caminho. De fato sou quase misândrica nesse aspecto, mas tenho motivos por demais pesados por conta disso. E tambem tenho meus principios a zelar sempre. Que achem de mim o que puderem achar que eu farei! Nossaaaa...estou filósofa de quinta categoria, ui! ( risos ) E nunca estou sozinha nisso!

SOU é PODEROSA!!!! ( risos demais )

 


Publicado por Jurubiara Zeloso em 21/06/2017 às 15h45
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
17/06/2017 23h59
Respirando e dizendo coisas ( um "tantinho" de prosa )

        O ar está belo de se resprar. A água está pura ( ainda bem que uso o  filtro. mané! ) pra se v]beber folgadamente. E sou folgada também, apesar de madura mais ou menos ou apta a brincar com as coisas do mundo. Respirar e beber não dá pra brincar e nem especular a sua razão de ser. Digamos que sou uma doida filósofa fofa, que tenho ares de cientista pedante ( deuses meu, não sou não! ) e que eu vejo tudinho com a ótica carola de mulher viajada demais. Afe! O que dirão de mim? Torço pela negação de que sou talentosa menina-moça muito levada, isso sim...se bebo água tô tranquila e se respiro evito peidos alheios, argh! ( risos )

       Começo odia bebendo águinha do filtro, respirando suspiros de atenção por mais uma das minhas queridas consortes, quase a ler um livro de 500 páginas sobre humor leviano. Tá, sou meio esquisita. MAs gosto de meu jeiro de ser arvorada por permanecer humorista todo dia. Quem sabe direi mais sabedoria por aqui? Duvido fazer rir com isso que disse.

      Entretanto sou poetisa amalucadnha pra muitos, delícia de senhorita com um queixo bunito(!) - não me dou ao luxo de ser específica ou até coerente às vezes. pra todos. Tenho de dar o braço a torcer por minha verve diária, aturando musas inquietantes no quarto e vontades de ir ao banheiro. O que digo aqui nem parece ser assim honesto, mas confesso que não sou louca por mero capricho dessas gastrites de ontem ou bocejos na hora errada. Será que ser mais clara garante mais luz em minhas palavrinhas de mulherzinha? Ou esta minha meia escuridão de ser uma pessoa muit sozinha, na maior parte do tempo que escrevo, indica doideira? Sei lá, e já consultei Freud em seus livros e digo a todos que descobri que sou uma POLÍMATA! Procurem seus dicionários aí, minha gente, antes que digam que matei um polígrafo..afe! ( risos )

      Claro que sou de muita atividade, estudo e leio demais. Ainda que cabeçuda na arte de ser não pergeita em tudo que riamr com minha oesia frouxa. Sim, não sou dada a fazer rimas mesmo que tôlas ou pequenas pérolas de relatividades. E ainda dou instruçõe de como ler suave ou abnegadamente! Sou dessas que adoram a vida que nos leva poraí. Se é que me entendem...ou não? Eita!

       Bebo e repisro. Fato. mas tenho espaço de sobra pra seu uma DEUSA no lar e na caminha com minhas diletas amiguinhas do coração. Ui! Brinco assim e todas não me levam à sério pra evitarmos celeumas. Tenho uma reputação linda de bi-lésbica antenadinha a manter. Se bemque muita gente me abomine entrar no terreno sacro do amor à dois. No meu caso sigo quase o exemplo de Xena, a princesa gurerreira do seriado de igual nome. Rainha, poderosa, livre e amante das que me achegam na soleira de meu mundinho levado. Ao menos sou uma abelha-rainha sem troninho...kkkkkkkkk! Ah, como histriônica...kkkkkkk!

       Brincadeiras à parte, faço a vida, refogo uns legmes e mesmo assim leio uns livros caros e grossões. Tenho e predileção por seis idiomas que anda eu estudo bastante, com pouco furor na verdade. O tempo dirá se minha sabedoria esteve bem nos úlktimos anos e que pude ser feliz corretamente aqui em NOSSA casa E ninguém dirá p contrário se eu estivesse errada hoje. Falo o que penso a toda horinha desregrada possível. MAs meu talento de poetisa fala alto, tanto quanto a altura de minhas saias ( claro, uso meia calça e shortinho e nem deixo outros olharem tudo... )! Oh-oh-oh! Revelei que uso saia ainda hoje! Droga! Bah! Inda bem que uso sapatos maculinos ( meio que baratos, acho! ) muito de vez em quando...ih ih ih ih ih!

       Amanhã é outro amanhã e ainda cedo ou tarde irei falar mais e mais. Miau! Me vou nessa rapídinho. Tchau minha zente. Oh, eu ainda sempre esqueço de dizer? "ai, meu querido diário, te-chau! Votlo a escrever mal traçadinhas em breve, falei?" Lol! E o teclado vive me traindo..grrrrr!

   " Troco minha máscara de gás peidorrento por um reino cheiroso de fadinhas nuas..."

  ( risos )

 

       


Publicado por Jurubiara Zeloso em 17/06/2017 às 23h59
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
13/06/2017 15h09
Um parar pra pensar...

   Se tem algo que me incomoda são cinco coisas que admito chatas, tôlas demais.

   Uma é a tolice dos homens do muno em se meter em confusão, por isso me afasto deles. E as mulheres frouxas entram no embalo aceitando calhordas como heróis de um homicídio generalizado! Patriotismo azedo na hora da janta sem carne no prato, eita ferro!

   Outra tanta é aceitar esse machismo incoerente que nos forçam pela tal TV aberta e quase nada se vê de outros gêneros sexuais interessantes. Lésbica e gays na TV passam só voando, viram uma modinha de acordo com as emissoras bestalhinas, mídias inteiras fofocam sobre isso e cabou-se!. Alguém se esqueceu que a temática de gêneros é ainda atemporal sempre? Dose isso..."TV never more!"

    E tem os modismos de patricinhas que me irritam a cada estação do ano e nem vale comentar. Sai dessa, minhas tolinhas passa-fome...ugh!

    As filas pra tudo é tambem essa ingratidão da vida consumista de agora. Nada mais babaca que comoprar o que vai ficar atrasado ano que vem ou que vai ficar obsoleto em seis meses e por aí vai. Compro um celular e logo manhá tem outro troço mais bonito e chique, daí tem de se comprar pra ficarmos antenadas. Muio chato isso.

     O trânsito, as "panelinhas" de grupo dos colecionadores de diversas baiúcas colecionáveis - ô gentnha entendiante! - e vai por aí, as mocinahs enjoadas que detestam sexo ou algo mais inteligente, e ainda tem todo o resto que o governo empurra goela abaixo em nós todos. E tem essa tal de corrupção que já tanto vai longe e que NUNCA dá em nada mesmo, e de acordo com milhares de conchavos ou frescuras da poliTITICA brazuca. Uma realidade lixo, isso sim...

     Hoje reclamo pra não dizer que de flores e doces nem falo muito. E tem tanta coisa errada no país e eu nem seuqer falarei mais sobre isso. Não parece ter jeito as coisas como estão agora no momento. E tem um presidente por aqui mal afamado que insiste em não cair de sua torreta de marfim...mas vive de muita petulância e arroga-se supremo acima das leis, mesmo que não culpado. Hora essa...que Brazyl doido é esse que vivo atualmente? Tá "diferciu" viu! Complica-se a cada vez mais e mais. Onde vai dar isso tudo?

   Mais uma vez: 'sei lá entendes'? Lol...kkkkkkkkkk

                       

                    "Epa! Agora sou idealizada e meu cavalo só babava inglês..."


Publicado por Jurubiara Zeloso em 13/06/2017 às 15h09
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
09/06/2017 12h33
Um pouco de folga no meu "diarim"...

Hoje estou mais poderosa e nada mais tenho a dizer por ora...afff!.


Publicado por Jurubiara Zeloso em 09/06/2017 às 12h33
 
07/06/2017 13h58
Apesar de tantos por tão pouco...

  Hoje estamos bem. E eu estou belezura, muito chegada e bem mais levadinha. Passeio na cidade e olho essa crisre doida que nos acomete desde 2015, nada tão ruim mas o resto pecando por graves descasos dos governos. Que luxo poder andar ainda assim entre tantos perigos de calçadas furadas ou assaltos monstruosos! Claro que tenho mêda disso tudo me arrancar o couro...nem penso em subir morros por causa desses temores que a mídia televisiva vive a nos empurrar goela abaixo - não que eu me considere uma "aristocrata" enjoada disso. Mas eu tenho é amigas em favelas e em outros lugares do subúrbio, só não vou pra essas bandas pra evitar tarados, assaltantes e milícias ignaras. Argh. Que me perdoem, nem morta passo lá! ( risos ) 

   Ando pelas lojas do Centro por ser hoje um dia meio especial pra se comprar roupitazinhas e lenços descarados pra pôr  na cabeça das tontas. Ainda tenho um pouco de juízo pra sair, olhar tudo que vejo e voltar rapídinho pra nossa comunidade feminista. Mesmo assim eu adoiro andar na rua com roupas modestas, calcinha limpinha e meias calça deliciosamente eróticas. O povo macho me vê e vive me sapecando paqueras bestas ou olhares libidinosos horríveis. Ugh, ugh., ugh! Só tem pitecos na rua a cada esquina, pelo menos é o que eu acho. Sai fora gente! Estou precisando é de compras bonitas e muita bolsa pra carregar as "coisa"  de mulher. e daí que estou bonitinha, queixudinha, maquiadinha? Se querem me conquistar tentem conquistar Roma primeiro pra mim, tá? ( risos bobinhos, hehehehe! ) Não sou muito "dada" a homem pintoso, destesto!!!

    De resto estou bem ao entrar nas lojas caras pra burro, mas eu quero algo belo compro logo, já viram, não é? Pois sou desse tipo de gastadora poupante engraçadinha, apesar da grana curta nesta crise doida no rio. Afe, a saúde tá péssima, o transporta me irrita pra cacete, minha roupa rasga rápido, minhas calças gritam comigo e parte de minha sapataria no armário ( epa! ) tá mais gasta que uma careca de velha. Podem rir eu sou engraçada mesmo. A vida ta´meio piada sim. Hah, e eu tenho um humor que vai além dessa crisezinha babaca que assola o estado! Não me deixo levar por isso. Só fico um pouco "puta" nas calças por gastar tanto e nunca, nunca ver resultados bonitos diante de mim. Gastando e poupando nem sempre levo jeito...tá tudo caro demais nas lojinhas - ai ai ai - dessas demodê que entro!!! SOS governinhos sonsos, nos tirem dessa! Helpinho please! ( risos frouxos )

    Enquanto estou bem eu fico sorrindo que nem retardada. Fico a só gastar carteira entre comida, roupa, pagamentos ou contas atrasadérrimas. Claro que tenho de rir e sorrir de braços abertinhos e coisa e tal. Um pouco de sais de banho e um suvaco pelado bem escovado ( uhu! ) que sairei pela rua a sosrrir pra tudo, até pra velhos que olham na esperanmça de ver minha saia enorme que esconde presentinhos. Hi hi hi hi hi! M evisto de acordo pra evitar safadinhos com ereção infeliz. Pôrra, e nem todos sabem que sou sapatona não? |Tenho mesmp que érdoar esses velhinhos desamparadinhos. Tem hora que vou de calça justinha mas nunca apertada na frente, pra evitar apalpadelas de algum desavisado. Certo que sou sapata porém tenho de dar a mão à palmatória e mostrar meu jeitinho sapeca de mulher aos coroas que me adoram ver. Tenho de perdoar eles não é mesmo? Que me olhem bastante pra me fazer esentir invejada ou admirada por seus pares. Uhu! Dverte-me ver homens maduros quererem m econquistar o coração de couro q ue tenho. Ui ui ui! Que se dane, entretanto. Deixem que sonhem comigo, Só não quero é os avanços ou paquerimnhas retards dessa gente de rua ou carinhas novinhos...LOL! Diabo me livre de aceitar paqueras de homem, arghhhhhh...mulher é melhor sabiam?

   Quá quá quá quá, me divirto comisso!

   Eu me arrumo, me emboneco todinha, tomo três banhos antes de sair e saio por aí com roupas modestissimas - já falei disso certo? Vou pela esquina olho atrás e adentro qualquer loja, padaria, shópings(!) e quero tudo que vejo! E haja graninha meu doce! Tenho de me controlar e volto sempre pra casa esquecendo uma comprinha babaca inquestionável. Faço birra e volto pra passear atrás das coisas necessárias ao nosso habituê inflacionado de moças ( 15 delas tão deliciosas me deixam louquinha... ). Compro alimentos - como está caro, nossa mãe! - e encho a geladeira que quase sempre tá vazia que nem minha carteirinha de veludo. Tanta gente pra cuidar aqui...e toda a maioria de minhas queridinhas ali me ajudam sim senhor, senão o grelo come! Sim, claro isso no lugar de se dizer que pau come, que pega mau pra nós. Ai meus deuses! que amôr de "zente" que tenho! Uau! Vale a pena viver assim nesta crise.

   Vivamos a vida e deixemos a crise descarrilar tudo, pois o caos será nosso!!!

     

Não estou uma arraso? Pois andei assim toda safadérrima moçoila e meio mundo foi abaixo! kkkkkkkkkkk Tadinhos dos homê...kkkkkkkkkkkk Uma sapatona deliciosa com estilo meu benhê! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

 


Publicado por Jurubiara Zeloso em 07/06/2017 às 13h58
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 4 de 48 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]

Site do Escritor criado por Recanto das Letras