Jurubiara Zeloso, Amigos e as Amantes

 "Os homens e as mulheres de boa aparência não vivem muito tempo..."

PATRONO DO MÊS DE AGOSTO     
       
           Salvadoir Dali ( pintor espanhol )
    
       Não vão dormir, coelhas garotinhas e moçoilos...

             Não sejam gulosos e não me olhem assim! 
         


      
 O desejo de ser está na escrita, a de pertencer
        ao mundo que sendo menos criativo precisa
        de gente que saiba viver, escancarar as novas
         fronteiras, rasgar corações, saber a tudo fazer.
        Toda poesia e belos escritos com primor que
        não só pertencem ao escritor mas a quem o
        ama pelas palavras e conhecimento da vida..
        Isolar-se jamais! Apenas adentrar mundo ou
        das maravilhas da alma poeta e escritora!
        Somos amantes da vida, das coisas que só
        compensam e tambem as que recompensam.
        E não basta ler tudo...meus amores...e a esta
        hora do momento a loucura, a vanguarda, a
       insana possibilidade de abrir portais e cenas
       do amanhã ´meu trilhar, e com essas ideações
       posso entreabrir a porta da literatura desse
       amanhã e compreender algo que fomenta meus
       anseios  de poetisa libertária e renovadora.
       Os outros que descubram por si mesmos o que
       aqui exponho diariamente, e ler muito e viver
       a vida não será o tudo e o TODO que realmente
       nos importa! Afe...sejam bem recebidos aqui...





 
     E TEMOS QUE FICAR ALERTAS E EVITAR DESASTRES....

     

            


                  MENINAS EU VI
         


              

                
     
             



            


              


              


          



  

  A luz do mundo é uma mulher. A Terra a outra mais amada!
               



A arte é feminina. O pincel amabilidade. A côr um só amôr!


    


       
         
       A Apanhadora do Campo de Bamboleio...


 


 
         


  
Meu Diário
01/03/2017 00h53
Um novo tempo nunca raiará sem passado

    Estamos convencidas. Somos únicas. TFaço o que posso. Nosso amôr nunca fadiga. E juntas somos federação femina, senhoras de nsso tempo e aguardamos a volta do matriarcado generoso ou tolerante zero. Em busca de nós mesmas somos fadadas a sermos pioneiras, com amôr de moças, queridas cavaleiras de uma era mais amável ou longe do mau dos homens. Seremos a vanguarda feminina de um dia talvez distante - a hora em suma apropriada pra nossa pósteras vencedoras - e sem as lutas pérfidas e infames do vasto ermo masculino. Tenho dito que sou a 'abelha-rainha', mas sou modesta, jamais me gabando de minha inteligência ( que afinal é soberba apesar dessa solidão assexuada emasculada, nunca casando ao velho estilo mesmo... ); o que me torna realmente a sui generis entre nós por aqui. Mas não vou mais longe que isso!

     Garanto que estamos no caminho. E meu coiração exige isso tudo de que falei. E a demora de um mundo tão ideal não passará de contenda da alma ou de diistrações dessa realidade que não muda enquanto houver humanidade masculina agressiva entre a nossa espécie.  Sinceramente espero ver que minha luta alcance outras corajosa que assumam uma sociedade peculiar numa fraternidade bem mais complexa. O que vejo aí é a esta necessidade das mulheres se unirem, enfrentando o jugo infantil ou pérfido que nos rodeia, e que possamos ter diversas escolas de pensamento aos moldes de uma sociedade inter-pessoal pequena mas agradável no suportar das coisas. Nós qaui somos ainda 16 das mais inteligentes moças ou até senhoras(!) que só vivem juntas sem maldades, escolhas ruins, o etcetera de sempre. Eu, no fim das contas, permaneço sendo  a mesma combatica poetisa arredia - sem vínculos à feminismos grosseiros ou demasiado arrogantes - e luto pra manter a coesão do grupo. Ainda estamos irmandas em sermos diferentes desse maniqueísmo tão mambembe lá de fora e temos compromissos no fim das contas. Nunca cairemos numa vaga boçalidade qualquer por falta de uma harmonia dúbia entre fêmeas(glup!) e machos(arre!) - é o que me movimenta minhas certezas nessa arte díspare de nos entrosarmos sem culpas. Em parte é verdade que assumo a atitude de fêmea-alfa do grupo, e gosto disso com prazer sem segundo! Apenas uma líder inconteste com consciência dos fatos..

     Nos ares percebo mudanças que estão longe de mim, de minha hora e de meu tempo. Um dia alguén ou outras melhores farão congresso e se reuinirão aos milhares em prol de nossas virtudes intelecutais sem paralelo. O chato é essa luta dia-a-dia das mulheres em busca de seu lugar ao Sol, seus desejps de igualdade personalizada, a nossa realidade como o destino certo! E estaremos erradas nisso? Não acho não... 

    A seu tempo a batalha dos sexos terá sua simetria arranjada, a sua paz bem entrosada em nossa vasta espécie humana no planeta. Ah, mas eu penso alto e bem mais adiante. Homens e mulheres irmanados na sua verdade futura seria o melhor do acontecimento mundano da vida! E estarmos em paraeleo na aventura do viver com amôr, ternura, progresso, sexualidade sem culpabilidades e viver a dois enfim. Espero que isso ocorra naturalmente com o tempo...

    Uma nova era demora a ser uma novidade - apesar da evolução violenta ou beligerante do homem - e alcançá-la é questão de tempo demorado, e sei disso. Uma fraternidade de mulheres queridas numa casa demasida grande  ( e tanta responsabilidade e conjunção de fatores ) é só o meu começo. Não iremos longe. Se chegarmos a mil ( duvido-o-dó... ) fico contente, mas acabearei com um harém de fazer inveja. kkkkk HAja tanto lesbianismo controlado! he he he he!

   A safadeza não vem ao caso. Sou assumidinha o bastante pra ficar séria e acima das maledicências, não ligo pra opinião alheia da comunidad eaí de fora. Ufa! E muitas vezes eu sopu msmo o "HOMEM ensaiotado" da casa! ( risada geral e sem controle... )  

   Legal né? E eu posso ir bem mais longe nessa dissertação acima...voilá!

   Entonces, até la pr´xima meus docinhos! Beijocas do dia!

 

P.S: Eu tenho a carta da temperança como arte, vontade e previsão. Claro, eu também sou meio bruxa,ciganinha,  previdente e sou dada a folguedos do tipo. Temperança não é só "temperar" as mágoas na cozinha como qualquer "uma" faria...afe! Inté!

   


Publicado por Jurubiara Zeloso em 01/03/2017 às 00h53
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
28/02/2017 22h17
Cães típicos QUASE homens...

Que cachorrada!!! E as mulheres esperando em casa ou comigo...kkkkkkkkkk

 


Publicado por Jurubiara Zeloso em 28/02/2017 às 22h17
 
26/02/2017 13h53
Sou a Mamã!

         Na verdade me sinto uma "Matrioska" cercada de minhas queridas "filhas" e doces de carinho os quais chamo de amores meus. Elas não são pra qualquer um! E ainda tem os gatitos felinos...tutti felinae felici!

         Como é gostoso pensar assim, ai, ai ,ai...kkkkkkkkk


Publicado por Jurubiara Zeloso em 26/02/2017 às 13h53
 
23/02/2017 12h30
SOS - Sereias sirigaitas querem nos comer!

 

 

         Essas moças de Carnaval de rua são tolinhas e se atrevem a nos olhar com temor e vivem a nos sacanear nas ruas e elas aparecem nesses trios babacas que temos aqui. Ainda bem que a gente aqui não sai por 5 dias até o Carná acabar de vez...ufa! E acho que tem serieas canibais no meio...vou é esconder as minhas 15 amiguinhas...e os gatos domésticos lésbicos tambem...miau! E antes prevenir que deixar de remediar...kkkk Março tá chegando e nossa gente voltará ao normal dia 2 ou 3, por aí...uhu! Vou dançar com todo mundo aqui em casa, E só com mulheres das boas - tudo  namorada minha, viu? Adoro todas!!!


Publicado por Jurubiara Zeloso em 23/02/2017 às 12h30
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
19/02/2017 16h24
Eu sou meu alimento com elas

                                 

  A gracinha continua. Sou graciosaaa...poderosaaa...

  Vamos que vanos que a vida continua a nos machucar e eu saro rápido das investidas dela...noutra hora numa bate-caverna cheia de morceguinhas as mais lindas...kkkk SOU PODEROSA de braços frágeis! Ui!


Publicado por Jurubiara Zeloso em 19/02/2017 às 16h24



Página 11 de 48 « 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 » [«anterior] [próxima»]

Site do Escritor criado por Recanto das Letras