Jurubiara Zeloso, Amigos e as Amantes

 "Os homens e as mulheres de boa aparência não vivem muito tempo..."

 PATRONO DO MÊS DE OUTUBRO
   
                John Lennon ( ex-Beatle )
                                                 
                
    
       Não vão dormir, coelhas garotinhas e moçoilos...

             Não sejam gulosos e não me olhem assim! 
         


      
 O desejo de ser está na escrita, a de pertencer
        ao mundo que sendo menos criativo precisa
        de gente que saiba viver, escancarar as novas
         fronteiras, rasgar corações, saber a tudo fazer.
        Toda poesia e belos escritos com primor que
        não só pertencem ao escritor mas a quem o
        ama pelas palavras e conhecimento da vida..
        Isolar-se jamais! Apenas adentrar mundo ou
        das maravilhas da alma poeta e escritora!
        Somos amantes da vida, das coisas que só
        compensam e tambem as que recompensam.
        E não basta ler tudo...meus amores...e a esta
        hora do momento a loucura, a vanguarda, a
       insana possibilidade de abrir portais e cenas
       do amanhã ´meu trilhar, e com essas ideações
       posso entreabrir a porta da literatura desse
       amanhã e compreender algo que fomenta meus
       anseios  de poetisa libertária e renovadora.
       Os outros que descubram por si mesmos o que
       aqui exponho diariamente, e ler muito e viver
       a vida não será o tudo e o TODO que realmente
       nos importa! Afe...sejam bem recebidos aqui...





 
     E TEMOS QUE FICAR ALERTAS E EVITAR DESASTRES....

     

            


                  MENINAS EU VI
         


              

                
     
             



            


              


              


          



  

  A luz do mundo é uma mulher. A Terra a outra mais amada!
               



A arte é feminina. O pincel amabilidade. A côr um só amôr!


    


       
         
       A Apanhadora do Campo de Bamboleio...


 


 
         


  
Meu Diário
04/08/2018 18h17
As pontas que faltam e os outros...

               Sinto que nada lhes devo, nem confidenciarei que estou satisfeita. O que vier de bom grado de qualquer um está afiançado pelo meu respeito. Se sequer mandam comentários amigos ou cartinhas benéficas, de fato compreenderei um tanto. Um pouco d emim se preocupa pelo silêncio de meus  leitores de algum lugar distante. E se puderem traduzam em simpatia ou sinceridade as palavras que sempre espero com candura e sobriedade. Neste entanto eu nunca recebo, desde o início na Recanto, cartas ou visitas no meu blog peculair. Entretanto espero que saibam que ratifico um tantinho de tanto silêncio desse povo que me segue aqui.

               Bom, mesmo que não mandem nada, estarei compreensiva, apesar de uma espera d eanos por visitas por escrito no blog da Recanto. E olhe que isso se repete um pouco nos meus encargos e comentário nio Facebook, onde tenho blog mais suscinto, livre e quase livre de moderadores externos. Por lá tenho um avatar, o meu verdadeiro eu, e com ela aventuro-me no mundo das mídias sociais mais abertas ( se é que de fato sejam livres... )! Motivo de surpresa para alguns mas eu fico no Face a perambular em busca de almas irmãs ou possibilidades de divulgar meus poemas, escritos ou opiniões pessoais. De fato ser poetisa por essas bandas da Internet é bem mais fardo do que afinidade ou sobrevivência sagaz. E saber que muitos mandam sequer umas palavrinhas de entendimento sobre meu trabalhinho é meio frustante em muitos aspectos, afe! E quem estiver lendo isso não pense que reclamo muito disso. apesar dos pesares atuais...

               Ao menos agradeço que esses 20  mil leitores que tenho aqui, se é que posso crer em estatísiticas da Recanto ou qualquer lugar, pois de vo a eles essas leituras que eles mesmo efetuam dia a dia. Somando tudo estou apenas no começo apesar de 4 anos seguidos no Recanto das Letras, o lugar incrível à disposição de quaisquer talentos como os meus. O baixo astral especificado diz é respeito ao tempo que espero TANTO pelas respostas dos meus leitores desconhecidos que devem de algum modo terem rostos e individualidade!

               Mais um passo. Mais um dilema de um ouriço ( kkkk ) ! E esta vida já complicada exige anseiso divulgados e poesias mais indicadas ao tempo. E só explicar as demoras dessa respostas esperadas e de outros fatos não mais me cabem resgatar...espero sempre que me perdoem as pontas que ainda faltam por enlaçar a respeito de mim mesma entre terceiros desconhecidos...

 

                            

                 É, realmente estou ficando "velhotinha" e carinha magrela...kkk

                    Mas essa carinha tá enxuta sim senhor! E outras 15 dizem o mesmo...


Publicado por Jurubiara Zeloso em 04/08/2018 às 18h17
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras